Copyright © 2019 Reserva Morada dos Anjos. Todos os direitos reservados.

  • Facebook App Icon
  • Wix Google+ page
  • YouTube Classic

Galeria de Fotos

Onde Estamos

Estrada Geral da Vargem do Braço, s/n

Bairro Caldas da Imperatriz

Santo Amaro da Imperatriz

Santa Catarina - Brasil

Contato:

elaine@reservamoradadosanjos.com.br

Mostrar mais

Fanpage Facebook

O Ritmo na Reserva Naturall Morada dos Anjos é o ritmo pulsante no nosso coração. Sentir o ritmo sagrado da Terra e conectar com o ritmo sagrado do nosso coração.
Quando estamos em grupo, definimos coletivamente alguns horários para meditar, cozinhar, comer, organizar a cozinha, trabalhar em projetos comuns ao grupo.
Quando estamos sós, o convite é para entregarmo-nos ao nosso próprio ritmo, conectado ao ritmo sagrado da Terra e a conexão sagrada com o Céu, o Divino. Neste conjunto vamos percebendo o que nosso corpo, nosso Ser precisa no momento.

 

Minhas observações pessoais (Elaine Italia Chiocchetta) deste período que vivo aqui: é comum nos primeiros dias na Reserva sentirmos muito sono, buscarmos cantinhos quietos na natureza para relaxar, meditar, sintonizar com o ritmo sagrado da natureza. Existe um chamado para conectar com os animais, o sol, as estrelas, o vento, a luz, o fogo. Estes ajustes levam um tempo e é uma benção quando podemos experimentar este movimento.
É muito bom neste período fazer um atendimento terapêutico oferecido aqui na Reserva, assim, com auxílio das terapias de alinhamento energético, os nossos principais centros de energia são ajustados. Desta forma podemos atingir mais rapidamente a sensação de relaxamento e bem estar.
Dentro de alguns dias, nossa vibração vai se transformando e podemos perceber que o sono vem quando o sol se põe e acordamos com o nascer do sol.  É comum percebermos que precisamos de menos comida e que nossa nutrição vem também de forças sagradas da natureza em forma de energia e luz e não precisamos de tanto alimento físico para estar bem, saudável e radiante.

A Reserva Morada dos Anjos é um,

dos muitos portais sagrados da terra

  e facilita o ajuste de nossos centros de energia.

 

Normalmente, com o passar dos dias, podemos

reconectar com nosso propósito sagrado na Terra,

percebemos nosso próprio ritmo e aquilo que viemos fazer aqui.

 

Assim, cada qual pode retornar à sua missão,

revitalizado, nutrido e com maior clareza de seu

proposito de vida para o momento.

Para aqueles que querem ficar mais tempo e estar a serviço deste local, passada esta primeira etapa de reconexão, vem o próximo passo: Render-se as forças sagradas do local e disponibilizar-se internamente para servir à Energia Divina da melhor forma possível.
Assim, nesta sintonia, vamos traçando metas e propósitos para a estada no local ou para a própria vida como um todo.
Entregar-se ao poder Divino e Sagrado do coração é também surpreender-se, porque muitas vezes somos solicitados para serviços que nossa mente nem imaginava, ou resistia.
É importante aqui a Plena Atenção para percebermos internamente se estamos felizes, relaxados, radiantes e com a sensação interna de que estamos no nosso caminho de luz.
Percebi como muito importante o cuidado amoroso, sentindo que tudo o que fazemos é permeado por ele.  Desta forma vamos deixando no local uma vibração de amor que pode ser sentida por nós e por todas as pessoas que no passado/presente/futuro estarão aqui.
Percebi nestes anos que é melhor não criar expectativas ou fazer planos muito rígidos nem consigo mesmo nem com o local. A conexão com o momento presente e com o coração pulsante de amor e alegria é o sinal de que tudo está certo aqui/agora.
Na minha experiência pessoal, a entrega ao portal sagrado da Reserva possibilitou-me encontrar meu próprio ritmo interno, minha própria relação e compromisso com manter um ritmo de vida saudável, alegre, conectado com a missão sagrada na terra. Percebi que, para mim, isso inclui:

 

- Um compromisso diário com a alimentação, que ela seja leve, pura, vegana, pouco processada e que inclua preferencialmente produtos daqui do local, colhidos no dia;

 

- Um compromisso diário com alguma atividade física que faça sentido para mim, aumente meus níveis de energia e calor interno e que eu goste de praticar;

 

- Um tempo diário para meditar e rezar;

 

- Trabalho diário com o foco em projetos de sustentabilidade, prosperidade e cuidado amoroso com o planeta;

 

- Momentos de descanso, lazer e conexão profunda com a natureza;

 

- Terapias e eventuais jejuns que me ajudem a purificar, relaxar, manter o foco na missão sagrada do espírito na terra;

 

- Um tempo pera receber as pessoas que sentem vontade de experimentar a vida e as terapias oferecidas aqui na Reserva.

 

O ritmo passou a ser prazeroso porque não é imposto, mas fruto da pesquisa de anos. Descoberto e desenhado internamente para potencializar o meu bem estar, a alegria e a produtividade. Sinto que esta experiência pessoal pode ser expandida para pessoas que tenham propósitos afins, que sintam o chamado para construir uma família planetária.
Viver desta forma na Reserva Naturall Morada dos Anjos, a meu ver, é um serviço para cada ser individualmente, para o local e para o Planeta. Esta é minha percepção nestes anos de serviço e residência aqui no local. A ideia agora é abrir para outras pessoas, outras percepções que possam somar e levar a totalidade, a união e a verdade, ao novo mundo, onde o amor, o respeito profundo, a compaixão e a paz permeiem os desafios cotidianos e as relações.

Texto escrito por Elaine Itália Chiocchetta, com a colaboração de Luiz Jacques Saldanha e Priscilla Freitas.

O Ritmo na Reserva